Review - Hellboy: Asylum Seeker - Playstation - Neo Player - Podcast sobre videogames

Ultimas

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Review - Hellboy: Asylum Seeker - Playstation



Hellboy: Asylum Seeker - Playstation

Um Survival horror game que deu muito, mas muito errado, assim que costumo definir este game do Hellboy para o Playstation. Nada aqui vale muito a pena, o jogo todo em si é uma tremenda catástrofe.


Hellboy: Asylum Seeker, foi a primeira aparição do herói dos quadrinhos para um console de videogame e sua aparição não poderia ter sido pior aproveitada, tentaram criar um game no estilo Survival Horror 3D de ultima geração para a época, mas falharam miseravelmente, logo de inicio temos uma CG onde nos é contada a história do game, a gente até se empolga um pouco com aquele ar de suspense, mistério em cima do lugar abandonado e coisa e tal, mas é só terminar o loading que logo caímos na gargalhada ao se deparar com os gráficos todos tordos dos personagens.


Os gráficos apesar do ano do lançamento do game, poderíamos até tentar relevar por uma possível falta de capricho por parte dos programadores e tudo mais, mas a medida que avançamos no game, vimos que a coisa não é para ser levada a sério, basta surgirem os primeiros inimigos na tela que não conseguimos mais parar de rir, é zumbi usando defesa, Hellboy acendendo vela, uma trapalhada atrás de outra e o jogo segue assim até o fim.


A jogabilidade do game é ruim, tudo é muito mal aproveitado, o personagem anda devagar, muito devagar, as câmeras são terríveis e as batalhas são um Deus nos acuda, as músicas, embora tentaram se esforçar para deixar a atmosfera do game bem assustadora, pecam em alguns momentos por haver quebra de ritmo e uma total falta de sincronia entre as cenas.


Hellboy para o Playstation não traz nada de muito agradável para os fãs dos quadrinhos, embora seja um jogo esquecido pelo tempo, ele representa uma total falta de bom senso de uma empresa que só deve ter pensado em seu lucro rápido com uma franquia de sucesso dos quadrinhos.




|__CisNegro__|






Nenhum comentário:

Postar um comentário