Review - Realm - Super Nintendo



Realm - Super Nintendo

Como já mencionei em outras oportunidades o Super Nintendo sempre foi meu videogame preferido de todos os tempos, apesar de também ter bastante afeição por outros videogames, foi o Super Nintendo e toda sua vasta biblioteca de jogos que conseguiram conquistar o primeiro lugar no meu ranking de videogames queridos.

E também como já mencionei por outras vezes o Super Nintendo foi um videogame que teve sua vida bem estendida, onde mesmo já existindo videogames de uma geração acima dele, pois já tínhamos adentrado a geração dos 32 bits, esse ainda continuava a receber alguns jogos mesmo com a nova geração a todo vapor.

“Realm” é um jogo que mistura pelo menos para mim, elementos de jogos como “contra” ou ainda “Alien 3” também de Super Nintendo, onde temos um personagem que sai disparando contra seus inimigos em cenários em plataforma bem ao estilo dos jogos já mencionados.

A historia do jogo também é bem simples uma invasão alienígena atacou e dizimou quase que a totalidade da população terrestre só sobrando alguns poucos sobreviventes (já vi essa historia em outro lugar) e você no controle de um Jovem Cyborg “Biomech”, no longínquo ano de 5069, com auxílio de diversas armas tem que colocar um fim a essa invasão e conseguir salvar os poucos habitantes que ainda restam no planeta terra.

Durante o caminho você vai passar por cinco níveis (levels) até conseguir chegar ao seu final, níveis esses bem diferentes um dos outros, você vai passar por regiões de “Florestas”, “Cavernas”, “Torres”, “Naves Espaciais”, e durante todo esse percurso você vai ter ao seu dispor um vasto arsenal de armas, bem diferente uma das outras “Lasers”, “Metralhadoras”, “armas de tiro dublo e triplo” entre outras.

Apesar de não ter gráficos acima da media, ainda sim são bem agradáveis, você vai passar por alguns lugares e situações que realmente vai te deixar encantado como, por exemplo, a fase em que você esta em uma espécie de torre ou algo assim, que tem um visual muito bonito ou mesmo algumas transições como na primeira fase que em determinado momento do jogo o clima do lugar em que você esta jogando muda completamente e começa a cair uma chuva bem intensa.

A trilha sonora do jogo é um dos ponto positivo, onde que a cada nova fase ou mesmo transição de ambientes você vai estar sobre uma nova trilha sonora uma sempre mais agradável que a outra, fora o fato que os sons ambientes ou mesmo os efeitos sonoros dos inimigos ou mesmo dos disparos de armas se encaixam muito bem.

O jogo peca quando começamos a nos dar conta que todos os inimigos do jogo são sempre inimigos sem carisma algum, você vai se deparar com diversos inimigos que em muitas vezes não vai fazer sentido algum você esta enfrentando ou mesmo achar que ainda não enfrentou determinado inimigo pelo simples fato de você já nem lembrar de ter enfrentado esses em fases anteriores.

A dificuldade do jogo apesar de não parecer é bem alta, no começo você pode até achar que não vai ser um jogo difícil devido os controles do jogo serem bem responsivos e você ter um belo arsenal de armas e artifícios ao seu dispor, mas rapidamente essa sua primeira impressão cai por terra e você se vê diante de um jogo que apesar de ser em tese curto, mas com uma dificuldade que vai te fazer perder um bom tempo até conseguir chegar a terminar.

Realm foi desenvolvido pela “Titus Software” e publicado pela “Flair Software” entre o final de 1996 e começo de 1997 para Super Nintendo.



Vídeo Gameplay






(Dissection)





Posts Relacionados