Review - Ninja Gaiden - PC Engine - Neo Player - Podcast sobre videogames

Ultimas

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Review - Ninja Gaiden - PC Engine



Ninja Gaiden - PC Engine

Um sonho que sempre tive quando mais jovem, era um dia ver um remake da trilogia dos trés primeiros Ninja Gaiden de Nintendo, com o tempo, acabei por desistir de tal sonho. A franquia de Ninja Gaiden chegou a avançar para as novas tecnologias, mas devo admitir que sem a mesma força de antes, um remake foi feito da primeira versão, é verdade, mas hoje em dia eu particularmente ainda fico com a original, vamos ver o porque de eu achar isso.


O port já começou errado, foi lançado para um videogame de pouca expressão, o PC Engine, e para piorar ficou isolado e restrito ao japão, nunca tendo sido visto em solo americano, consequentemente aqui no Brasil, aliás parando para pensar isso não mudaria muita coisa, visto que o console não chegou com força por aqui, sendo assim o game só ficou conhecido com o advento da emulação.


Ninja Gaiden de PC Engine não é um jogo ruim, não, mas tem algumas peculiaridades que desanimam um pouco, vou começar aqui falando da trilha sonora, que para um console superior ao Nintendo, não poderia de forma alguma apresentar músicas desse nível, uma completa confusão de sons que ao serem executados de maneira frenética como são apresentados, fazem o game parecer um protótipo. Os gráficos? ah devem ser show! Se formos jogar analisando-o friamente, não! Nesse quesito temos que separar algumas coisas, os cenário, tirando o efeito bizarro e desproporcional de rolagem ao fundo, estão muito bem detalhados, um ponto positivo para o game, os sprites dos inimigos assim como os chefes estão bem melhores, fazendo jus ao console, agora e o nosso herói? Se não fosse a mexida na paleta de cores num tom de azul mais vivo, eu posso afirmar que é o mesmo do Nintendo, estariam eles levando a originalidade do game ao pé da letra?


Mas o jogo não é de todo ruim, como disse anteriormente, além dos cenários e dos sprites dos inimigos melhorados, temos também uma boa jogabilidade e um ambiente mais hostil que o da versão de Nintendo, zerar o game aqui é muito mais complicado, enfim! Um jogo que vale para quem é fã das primeiras aventuras do Ninja, o meu veredito é que ainda não existe uma versão melhor do que as de "Nes", lembrando claro, do excelente spin-off para o Master System, jogo lindo de Deus.



|__CisNegro__|






Nenhum comentário:

Postar um comentário