Review - Donald Duck: Goin' Quackers - Game Boy Color



Donald Duck: Goin' Quackers - Game Boy Color

O personagem da Disney "Pato Donald" sempre foi o meu favorito, jogos como Quackshot, World of Ilusion e Magical Quest 3 fizeram parte da minha infância e acredito que de muitos outros também. Anos mais tarde vim a conhecer a nova plataforma de jogos em 3D, na época eu tinha um Playstation 2, quando vi um game novo do pato mais doida da Disney, se tratava de Goin Quackers.


O jogo para Game Boy Color só vim a conhecer nos emuladores, mas ainda assim pude me divertir bastante com o game que já me impressionou nos primeiros minutos de jogo. Aqui, como já era previsível, fizeram uma adaptação do mundo 3D para um mundo 2D no melhor estilo plataforma, mais ou menos como acontecia com Rayman, que aliás é outro "jogaço" da Ubisoft, que soube como ninguém fazer sucesso tanto em 2D como em 3D.


Donald Duck Goin´ Quackers, empolgava pela riqueza nos detalhes nos cenários, a quantidade de sprites de Donald que determinava sua life de acordo com seu estado emocional, ou seja, a cada ataque nosso pato ficava mais irritado, sendo perfeitamente notado pela feição em seu rosto como seu modo de andar, sensacional!


O jogo apenas pecou em um ponto, jogar Goin´Quackers é extremamente fácil, o game é praticamente feito para um público mais jovem, que não tem muita paciência para quebra cabeças ou inimigos problemáticos. Sendo assim, suas fases curtas e a escassez de dificuldade podem fazer com que se ache o game chato, mas o vendo hoje, eu vejo que ainda envelheceu muito bem para a plataforma em que foi desenvolvido e também para seu público alvo, jogar Donald Duck é divertido e bonito de se ver, um bom jogo que apesar dos pesares fez praticamente um milagre no portátil da Nintendo de 8-bits.



|__CisNegro__|





Posts Relacionados