Review - Benefactor - Amiga



Benefactor - Amiga

O Amiga assim como todos os outros computadores de sua época onde que tinham entre suas funcionalidades a de ser possível jogar vários jogos distintos, e que tiveram uma grande popularidade nos EUA e Europa, praticamente passaram despercebidos aqui no Brasil, onde praticamente quase ninguém chegou ouvir ou mesmo jogar em um desses computadores /consoles.

E mesmo aquelas pessoas que realmente gostavam de jogos e corriam atrás de informações sobre, ainda sim, é bem normal você ouvir sempre alguém dizer que não chegou conhecer esses aparelhos que também trouxeram muita alegria e diversão para muitos. E porque digo isso, porque mesmo não sendo conhecidos em nossas terras, ainda sim, esses contavam com bibliotecas bem grandes de jogos, sendo que muitos desses jogos nunca foram lançados para videogames tradicionais, o que acabou fazendo com que muitos desses jogos acabassem por cair no esquecimento com o passar dos anos.

“Benefactor” é um desses jogos que foram lançados apenas para o “Amiga” e já que a plataforma nunca esteve entre os holofotes aqui no Brasil, muitos nem sequer chegaram a ouvir falar sobre o jogo. Mas que ainda sim é um jogo bem interessante onde encontramos algumas misturas que se encaixaram muito bem.

As misturas que falo ficam por conta das mecânicas do jogo que por vezes chegam a lembrar jogos como “Flashback” e “Out of this World”, mesmo que bem distantes. Junte isso a uma característica fundamental nesse jogo que é a de sempre ter que guiar um personagem até um ponto especifico para conseguir seguir para a próxima fase, algo que lembra um pouco a serie de jogos “Lemmings”, isso tudo pode até parecer confuso mais é bem simples, tanto que a maioria das fases você consegue terminar em poucos minutos.

Mas obvio que já que você não demora muito para completar cada fase, a quantidade de fases tinha que ser adequada, e foi isso mesmo que os desenvolvedores fizeram, já que adicionaram sessenta fases diferentes espalhadas por sete mundos diferentes. Onde você pode optar por três níveis de dificuldades diferentes e com isso você vai encontrar dependendo da dificuldade que você escolheu para jogar, inimigos que tiram pouca energia de você, inimigos que praticamente pode te matar, ou mesmo encontrar inimigos infiltrados entre os seres que você tem que salvar, caso você tenha começado o jogo em um nível de dificuldade elevado.

No jogo você joga com “Ben E. Factor” e tem que passar por diversos lugares tentando resgatar e guiar algumas criaturas até a liberdade, e para isso você vai passar por sete diferentes lugares, como cavernas, masmorras, florestas, entre outros lugares todos muito bem elaborados e que por vezes fazem você achar que esta sempre em um labirinto gigantesco, onde que você entrando e saindo de salas e corredores não vai demorar muito para começar a se ver perdido durante o decorrer do jogo, e mesmo você estando no controle de um personagem bem ágil, você ainda tem que esperar pelas criaturas que você tem que guiar e que não se locomovem com a mesma agilidade que você.

O jogo tem uma trilha sonora bem agradável, já no primeiro mundo você vai escutar uma mistura entre musica eletrônica com musica egípcia, mistura que ficou bem legal, e casou de forma perfeita com a ambientação do jogo e com o decorrer das fases você ainda vai escutar outras musicas todas sempre bem criativas e sempre com elementos de musica eletrônica e algum outro estilo misturado. Os sons ambientes também são muito bons todos se encaixam muito bem como o jogo.

Benefactor foi desenvolvido pela “Digital Illusions Creative Entertainment” e publicado pela “Psygnosis” em 1994 para “Amiga” e “Amiga CD32”. Após o lançamento do jogo foram distribuídos de forma não oficiais um disco de dados com outros sete mundos diferentes para serem adicionado ao jogo.



Vídeo Gameplay



(Dissection)






Posts Relacionados