Review - Virtua Fighter Animation - Game Gear



Virtua Fighter Animation - Game Gear

Quando a gente pensa em otimização, logo vem a cabeça xiii lá vem bomba! Ainda hoje em dia esse termo otimizar é usado nos videogames de última geração e a polêmica em torno disso se estende por horas e horas a fio. Este termo otimizar nada mais é do que adequar algo que não foi feito para uma determinada plataforma, ou seja, um jogo bem otimizado rodaria bem em mais plataformas do que um mal otimizado.


Agora e quando um jogo, além de otimizado para rodar em um sistema inferior é também recriado a ponto de se aproveitar a capacidade máxima do jogo em questão? Não puro e simplesmente um port qualquer, um jogo novo feito especialmente para determinada plataforma, Virtual Fighter Animation é um belo exemplo que isso pode dar certo.


Virtual Fighter Animation para Game Gear é algo bem diferente do original, aqui o jogo se baseia no anime de mesmo nome, um emaranhado de historias que vai se construindo a medida que vamos avançando. O jogo começa com Akira como protagonista e ao desenrolar da trama vão surgindo os outros personagens, as músicas e os gráficos do game são impecáveis, o que me chateou mesmo foram os comandos travados na hora em que vamos pro fight, mas analisando friamente, até o original era travadão, porque reclamaria deste aqui?


O jogo encanta já na abertura e nos vai cativando a medida em que a trama é contada. Muito dos movimentos dos personagens foram capados, é verdade mas isso não tirou o brilho do jogo que nasceu meio novel e meio luta, um game que caiu muito bem no portátil da SEGA.


Vídeo Gameplay


|__CisNegro__|






Posts Relacionados