Review - Super Mario 3D World - Wii U



Super Mario 3D World - Wii U

Acho que um dos grandes pecados do final prematuro do “Wii U”, fica por conta dos poucos porem excepcionais jogos que o console tem ou tinha ao oferecer. Por que mesmo sendo um videogame que praticamente não contou com jogos de outras empresas alem dos jogos da própria Big N, vários desses jogos são títulos marcantes e que com muita certeza vão ser lembrando por tal.

Jogos como o fantástico “Donkey Kong Country: Tropical Freeze”, ou então o popular “Mario Kart 8”, com toda certeza vão ser lembrados como grandes jogos lançados para a biblioteca do console. E já que comentei de um jogo do Mario, como não falar de outros jogos do encanador alem do tradicional jogo de kart, já que boa parte da biblioteca do Wii U foi composta por jogos desse.

É ai que aparece o tal do “Super Mario 3D World”, que de inicio tenho que dizer que achei que não seria grandes coisa, não sei dizer o porque, mas esse não era um jogo que fazia minha cabeça quando ainda tínhamos apenas algumas fotos ou pequenos vídeos tirados dos trailers oficiais. Mas como alguns dizem, basta colocar o Mario no jogo que com muita certeza esse vai ser um jogo bom, com raras as exceções. 

Super Mario 3D World já começa chamando a atenção logo de inicio já que te da a opção de jogar com um ou mais de um jogador até o final, sendo que você ainda pode durante o jogo ir trocando de personagem a hora que você achar melhor. No jogo você tem a sua disposição “Mario”, “Luigi”, “Toad”, “Peach”, alem de “Rosalina” que também fica disponível após você terminar o jogo uma vez. E o legal disso tudo, é que cada personagem conta com habilidade especificas, que vão ajudar você em determinado lugar, exemplo, Luigi tem o salto maior que todos os outros personagens, enquanto que Peach fazendo uso de seu vestido consegue flutuar por um curto período de tempo. 

Mas acho que é na parte gráfica, sendo mais especifico nos diversos tipos de cenários diferentes que encontramos durante o jogo que a mágica acontece. Chega ser incrível a variedade de cenários diferentes que os desenvolvedores conseguiram criar para o jogo. Ainda mais se pararmos para pensar no tipo de visão que temos do cenário, algo do tipo meio que em diagonal, com os personagens se movimentando em uma espécie de mini plataforma que proporciona uma pequena mobilidade para os lados. Tudo de forma a pensarmos que não é possível grandes inovações. Mas o que vemos é algo bem criativo, onde os desenvolvedores não se contiveram durante suas criações e construíram cenários belíssimos com um bom nível de criatividade. 

Criações essas que te levam a percorrer pelas profundezas dos oceanos passando por uma tubulação de canos intermináveis, ou então, se ver jogando em um cenário que vai te arremessando de um lugar a outro, fazendo com que você tenha a sensação de estar jogando em algum cenário do jogo “Super Mario Galaxy”. Ou então, você pode simplesmente entrar em um cenário e ter que sair correndo bem ao estilo Mario Kart de ser, contando até com piso asfaltado para isso. Tudo isso feito com um capricho que impressiona, chegando a um ponto onde que alem das referencias visuais, ainda temos as referencias sonoras, já que quando você esta em alguma fase bônus ou secreta as musicas dessas vão ser remixes de musicas clássicas da versão origina de Super Mario Bros. 

E durante todas as demais fases do jogo a trilha sonora também é algo impecável, mas como estou falando de referencias ou coisas relacionadas a outros jogos da franquia, os Powers Ups também não poderiam ficar de fora desse jogo que conta com treze, e mesmo isso não sendo grande novidade para um jogo da franquia, existe um entre os quatros Powers Ups inéditos criado para o jogo que chama muito a atenção, e que diria que é quase que essencial em quase todo o jogo, que é o “Super Bell”, que simplesmente transforma o seu personagem em um gato, ou melhor, o personagem fica trajado com uma roupa de gato, e alem do visual chamar muito a atenção de qualquer um que presencie a situação, esse Power Up da a habilidade do personagem conseguir escalar em qualquer lugar, e isso por incrível que pareça da um novo clima para o jogo. 

O jogo em si já conta com uma jogabilidade bem rápida, tudo no jogo é bem corrido, ainda mais se você estiver jogando com outras pessoas, o jogo realmente vira uma correria bem divertida. Mas quando jogamos com outras pessoas e esses pegam a bendita roupa de gato, o jogo que já é veloz fica frenético, já que enquanto um pode estar correndo para um lado, outro pode estar subindo e saltando de um ponto a outro, tudo com uma sensação de liberdade incrível que essa simples roupa de gato consegue passar. Por isso não é de se estranhar quando vemos alguém ou algum vídeo de alguém jogando esse jogo, muito provavelmente esse esteja jogando com essa roupa. 

E como todo bom jogo do Mario esse também conta com sua historinha, onde que certo dia caminhando pelo Reino do Cogumelos Mario e Luigi avistam e concertam um cano transparente. Dentro desse cano sai uma espécie de fada uma “Sprixie”, essa relata que é uma princesa de um dos sete reinos das Sprixie, e conta que “Bowser” invadiu o reino das Sprixie e aprisionou seis princesas e que ele estava a procura da sétima. Logo após ela contar toda historia, Bowser aparece e aprisiona em uma garrafa e foge para o reino das Sprixie, Peach, Mario, Luigi e Toad, não vem outra saída e pulam dentro do cano transparente atrás de Bowser. 

Super Mario 3D World foi desenvolvido e publicado pela “Nintendo” em 2013 para Wii U. O jogo alem de contar com vários coletáveis durante todo o decorrer do jogo, coisa bem característica na serie, ainda conta com uma espécie de mini jogo chamado “The Adventures of Captain Toad”, modo esse que você joga com o Captain Toad e tem que percorrer por diversos caminhos sem poder saltar a fim de coletar cinco estrelas verdes. 


Vídeo Trailer


(Dissection)






Posts Relacionados