Review - Road Rash - Game Boy



Road Rash - Game Boy

Uma das series de corrida da “Electronic Arts” que fez um grande sucesso quando apareceu foi a serie de jogos “Road Rash”, alem de ser uma serie com bons jogos de corrida de motos essa ainda trazia todo um diferencial, que era a ilegalidade dessas corridas, coisa essa que poderia causar durante as corridas grandes combates de socos e chutes, e até mesmo uso de tacos de baseball, correntes e outras coisas.

Tudo isso era sinônimo de diversão para os que jogavam os jogos dessa serie, ainda mais na época entre “Super Nintendo” versos “Mega Drive”, onde o console da SEGA ganhou uma certa exclusividade, já que o console da SEGA recebeu três jogos dessa serie enquanto que os donos de Super Nintendo tiveram que amargar a vontade, já que o Super Nintendo não recebeu nenhuma versão de jogos da serie.

Mas ainda sim, se o Super Nintendo não tinha nenhum jogo da serie para falar que era seu, o mesmo já não poderia ser dito do “Game Boy”, já que até esse ganhou uma versão do jogo para dizer que era sua, para mostrar que a serie de jogos de corrida da Electronic Arts não era algo exclusivo para os consoles da SEGA.

Mas já que estamos falando do Game Boy temos que ter em mente toda a limitação do portátil, que recebeu uma versão do jogo muito bem feita e que mesmo com todas as limitações essa ainda tinha uma jogabilidade muito boa, e bem precisa, as respostas dos controles eram bem parecidas com as que vimos em versões para outros consoles onde que a cada novo obstáculo, a cada nova curva, ou mesmo a cada novo policial que aparecia em seu caminho era um deus nos acuda.

Policiais esses que assim como em outras versões são presença mais que obrigatória em todas as corridas, principalmente se você estiver já em uma boa colocação durante o decorrer de uma corrida, já que parece que é nessa hora que eles resolvem aparecer para te atrapalhar, e se você bobear ainda te derrubam, prendem e levam seu dinheiro caso tenha algum para conseguir se livrar da cadeia.

E já que estamos falando de um portátil esse foi feito para ser jogando em uma tela menor, acho que por isso o jogo tenha uma velocidade um pouco menor que as de outras versões, não que o jogo seja lento, de forma alguma, mas você começa a perceber que aqui as coisas não aparecem de forma frenética como em outras versões do jogo, já que aqui você não vai ver grandes quantidades de carros vindo em sua direção, ou ainda, uma grande quantidade de obstáculos durante seu trajeto, você sempre vai ter um tempo considerável entre uma coisa e outra que possa aparecer durante o seu caminho.

A trilha sonora do jogo também é muito boa, cada fase do jogo conta com uma musica diferente, mas ainda sim, com o passar do tempo você pode ou mesmo vai começar a se cansar de ouvir essas, já que são em sua grande maioria bem repetitivas e simples, ainda mais se levarmos em conta que a cada novo level que você conquista você vai ter que jogar aquelas mesmas fases com as mesmas musicas, só que essas fases com um percurso maior.

O visual do jogo é bem agradável, apesar de não lembrar muito os jogos da serie, a maioria das fases são bem parecidas uma das outras mudando apenas pequenos detalhes na paisagem ao lado de onde você esta pilotando sua moto, você acaba se sentindo jogando um jogo da serie devido as brigas que você pode travar durante as corridas e essas nem ocorrem com tanta frequência, e pelo nome de seus rivais que assim como em todos os outros jogos da serie vão aparecendo em baixo do marcador e são os mesmo nomes já conhecido de todos os outros jogos da serie.

Road Rash foi desenvolvido pela “Ocean” e publicado em 1993 pela Electronic Arts para Game Boy. Uma curiosidade sobre o jogo é que esse é um dos únicos dois jogos oficiais de Game Boy que não são compatíveis com Game Boy Color, e outro fato é que ouve ideia de fazer uma versão do jogo para Super Nintendo, mas essa foi cancelada e deixada de lado.


Vídeo Gameplay


(Dissection)






Posts Relacionados