Review - The Lion King: Simba's Mighty Adventure - Playstation



The Lion King: Simba's Mighty Adventure - Playstation

Em 1994 a Walt Disney lançava uma de suas mais aclamadas animações de todos os tempos, ao menos para mim, que foi o filme/animação “The Lion King / O Rei Leão”, o filme fez tanto sucesso e foi tão popular em sua época que nada mais normal do que aparecer diversos produtos/itens sobre o filme, e seguindo essa mare os videogames não poderiam ficar de fora e não foi surpresa pra ninguém quando em dezembro do mesmo ano praticamente todos os consoles dessa época receberam uma versão do jogo baseado no filme.

E seguindo a popularidade do filme o jogo também foi muito bem sucedido, onde o jogo seguia quase que de forma fiel tudo que víamos no filme, e de uma maneira que não tinha como alguém reclamar do jogo, mas curiosamente esse não foi o único jogo baseado no filme lançado para videogame, já que algum tempo/anos mais tarde receberíamos uma nova versão do jogo baseado no filme mas agora para uma nova geração de videogames.

“The Lion King: Simba's Mighty Adventure” já começa chamando a atenção por dois motivos, o primeiro é que era um jogo baseado em um filme que foi lançando em 1994 e sua continuação de 1998, mas que estava recebendo uma versão para videogame ems 2000, e a segunda é que apesar de ser baseado teoricamente nos dois filmes, você ainda sim iria passar o jogo inteiro apenas jogando com Simba.

E é justamente esse segundo ponto que pode deixar o jogo um pouco estranho ou mesmo confuso, já que durante o jogo você vai jogar basicamente em todos os cenários do primeiro e segundo filme, vai assistir a cenas retiradas dos dois filmes, cenas essas originais retiradas dos próprios filmes, então fica um pouco estranho quando você termina a primeira parte do jogo e ao assistir as cenas que já fazem parte do segundo filme começa essa segunda parte ainda jogando com o Simba?, sendo que em todas as cenas você vai ver “Nala” e “Kovu” mas na hora do jogo é com Simba que você joga.

E no jogo basicamente você ira percorrer todos os cenários vistos nos dois filmes, sendo que boa parte dos cenários vistos na primeira parte do jogo vão ser de lugares já reproduzidos em sua maioria no primeiro jogo lançado anos antes, onde basicamente você vai estar no controle de Simba e vai percorrer por cenários em 3D olhando sempre ou quase sempre seu personagem de trás, e em lugares específicos você vai jogar com uma visão lateral como no caso do começo da segunda fase do jogo “Graveyad” onde você começa já tendo que fugir das hienas e durante metade da fase essa é toda em uma visão lateral e somente na metade para o fim dessa que a câmera volta a ficar atrás do personagem.

Ou ainda no cenário “Stampede” que você vai ter que controlar Simba olhando ele de frente durante todo o decorrer do cenário tentando escapar da debandada de Gnus, tudo isso sempre com uma trilha sonora que diferentemente da primeira versão do jogo que era toda feita em cima das musicas do filme, aqui essas são quase que sons tribais ou algo assim, coisa essa que não ficam ruins, mais que praticamente passa desapercebido durante o seu jogo, sendo que na versão anterior você parava de jogar e as musicas do jogo não saião de sua cabeça, o jogo além de possuir os áudios e vídeos originais dos dois filmes ainda durante o decorrer do jogo quando você vai encontrando outros personagens você ainda vai presenciar esses diálogos todos dublados.

Isso de encontrar outros personagens do jogo é algo muito recorrente além da primeira fase que servem quase como um tutorial onde você vai aprendendo os movimentos do jogo, você ainda vez ou outra vai se deparar com outros personagens durante o caminho como por exemplo “Zazu” que além de você encontrar ele em pontos específicos de check point de tela ele ainda pode aparecer te dando alguma dica de como proceder em determinado lugar.

Os controles do jogo são em sua maioria bem simples você pode pular, correr, dar seus rugidos, dar uma espécie de ataque aéreo, tudo bem simples de se fazer, mas que ainda sim podem te causar uma pequena dor de cabeça vez ou outra vide que os controles do jogo são meio duros, se mover naquele ambiente todo em 3D as vezes se torna um pouco estranho vide os movimentos do seu personagem ser bem duro ou mesmo robótico, e por isso saltar de um lugar para o outro as vezes pode ser um pouco complicado e você praticamente vai cair por diversas vezes em lugares bem bobos por simplesmente não conseguir controlar ou mesmo acertar seu personagem na posição correta, mais ainda sim você não vai ter muita dificuldade em finalizar o jogo já que a dificuldade dele chega a beirar o ridículo de tão fácil que esse é, coisa essa que pode até distanciar algumas pessoas que não gostam de jogos muito faceeis.

O jogo ainda conta com pequenos puzzles entre uma fase e outra, todos bem simples como, por exemplo, um pequeno jogo de paciência com a imagem dos personagens dos dois filmes, além de pequenos itens que você pode ir recolhendo durante o jogo e que podem aumentar sua porcentagem durante a contagem no final de cada fase, fases essas que não são muito complexas e nem muito bem caracterizadas, onde tirando um lugar e outo em sua maioria os cenários são pequenos caminhos 3D bem lineares que você tem que seguir até chegar ao seu fim.

Tudo isso sempre levando em conta que apesar de estar vendo personagens dos dois filmes você basicamente vai ter que jogar seguindo a já conhecida historia do primeiro filme, onde “Scar” irmão de “Mufasa” atrai Simba para um desfiladeiro e com isso consegue colocar um fim na vida de Mufasa e ainda por cima manda Simba embora para ser morto pelas hienas, mas essas não conseguem fazer isso e deixam Simba ir embora e ser resgatado por “Timão” e “Pumba” que cuidam desse e após alguns anos com Simba já adulto esse retorna a “Pedra do Rei” para destronar seu tio Scar e tomar posse do que é seu por direito.

E na metade do jogo em diante você vai vivenciar a historia de Nala filha de Simba que tentando provar para seu pai que já sabe se virar sozinha conhece quase que de forma acidental Kovu filho de Zira que foi uma das leoas banidas da Pedra do Leão após a morte de Scar, essa por sua vez vendo a aproximação de seu filho com a filha de seu maior rival não pensa duas vezes e arquiteta um plano para matar Simba.

The Lion King: Simba's Mighty Adventure foi desenvolvido pela “Activision” e “Paradox Development” e publicado pela “Disney Interactive” em 2000 para Playstation e Game Boy Color, o jogo conseguiu algumas criticas positivas mas todos destacavam o quanto o jogo era curto e que contava com um excesso de cenários repetidos.



Vídeo Gameplay



(Dissection)






Posts Relacionados