Review - Cheese Cat-Astrophe Starring Speedy Gonzales - Mega Drive



Cheese Cat-Astrophe Starring Speedy Gonzales - Mega Drive

As parcerias com empresas de filmes e desenhos sempre foi algo rentável para a indústria de jogos, empresas como a SEGA e a Nintendo souberam investir bem nesse segmento. Para mim que viveu boa parte da infância com consoles da SEGA, a parceria da SEGA com a Looney Tunes foi algo memorável ao meu ver, todos meus desenhos favoritos convertidos em jogos era um sonho de qualquer criança e adolescente da época.

Speedy Gonzales ou simplesmente ligeirinho, ganhou dois jogos para os consoles da Sega. O do Mega Drive, que ficou apenas na Europa e um port da Tec Toy para o Master System, que por sinal ficou muito bem no console de 8 bits da SEGA, mas vamos falar da versão de Mega Drive que afinal é a original.

O game tem um enredo bem superficial, coisa de desenho mesmo. O gato frajola disfarçado de rato rouba todos os queijos da vila de ligeirinho para atrair todos os ratos para... comer? bom, vai saber! Assim ligeirinho entra em cena e parte pra cima, em busca de salvar a todos inclusive sua namoradinha, também sequestrada por frajola, aliás, a abertura do game mostra essa cena, algo impressionante de se ver, os personagens do desenho muito bem retratados e com animações iguais aos do desenho, pena que esse tipo de cena acaba aqui mesmo, uma pena!

Os gráficos do desenho estão muito bem representados no game, fazendo um adendo aqui, o Super Nintendo ganhou um jogo do ligeirinho também, mas ao meu ver o game todo mais parece uma paródia recalque de um game do Sonic para o console do que qualquer outra coisa, os traços de ligeirinho assim como sua movimentação, em nada lembram o desenho, uma bola fora, já que o console da Nintendo era superior ao da SEGA e poderia fazer algo bem melhor. 

Minhas únicas queixas para o jogo fica sendo a total ausência de sons/vozes por parte do nosso personagem, poxa! custava colocar um arriba! arriba! ou aqueles barulhos que fazia quando ele dava a super corrida? mancada! outra coisa que atrapalha bastante o jogo é a ausência de ação em determinadas partes do jogo, o game se baseia unicamente em encontrarmos os amigos de ligeirinho escondidos em alguns lugares dos cenários e com isso completar a fase, em determinados momentos as coisas ficam tão monótonas que chegamos a ficar cansados de tanto procurar.

Deixando de lado as queixas, ligeirinho para o Mega Drive é um game para quem curte desenhos e não se importa muito com o que tem ou não que fazer, terminá-lo é uma tarefa simples, basta ter paciência, tanto a versão do Mega Drive quanto a de Master System, valem o tempo gasto, afinal estamos falando do nosso amiguinho ligeirinho, quem não lembra das suas cantarolas na TV com seu violão e o clássico episódio do pato a jato com patolino vs ligeirinho, bons tempos.


Vídeo Gameplay



|__CisNegro__|





Posts Relacionados