Review - Tails Adventure - Game Gear



Tails Adventure - Game Gear

Imaginar um game solo do Tails antigamente parecia algo impossível para nosso amigo Dissection. Como coadjuvante de uma franquia de sucesso, Tails teve suas partições sempre ao lado do grande Sonic, nunca se destacando assim como um personagem principal.

Tails Adventure chegou como um game spin-off da franquia do Sonic, aqui, Tails é o personagem principal e como se trata de um game fora da série, algumas coisas ficaram e outras tiveram que ser readaptadas. 

Para começar o jogo não lembra em nada os jogos do Sonic, aqui, tudo é mais estratégico, esqueça corridas, cenários mirabolantes, rampas, rolamentos, etc... Tails Adventure veio para ser diferente. Já no começo notamos algo diferente, o enredo do jogo se baseia em Tails regressando de uma de suas aventuras com Sonic para uma determinada ilha, enquanto descansava, Tails é surpreendido por um diversificado ataque de um exercito formado por aves. Ao se deparar com a ilha em chamas não vê outra maneira a não ser ir para o combate ele mesmo, não sobrando assim, tempo para chamar Sonic, que a essa altura já devia estar em algum resort.

O jogo possui bastantes pontos fortes para mim, posso citar rapidamente alguns como a procura e coleta de armas espalhadas pelas fases, a movimentação bem fluída de Tails (reparem no passinho dele) o famoso giro da cauda que cria uma espécie de helicóptero de caudas, bastante útil para se alcançar lugares mais altos e o mais importante e genial de todos que é uma espécie de robô teleguiado que usamos para alcançar lugares que não podemos ir com o Tails, sem dúvida a arma mais interessante de Tails no jogo todo. 

Tails Adventure cumpre bem o seu papel em nos apresentar um novo universo paralelo ao universo dos jogos com Sonic. Apesar de diferente, é interessante ver como se sairia um jogo mais adventure/rpg do nosso querido Tails.



Vídeo Gameplay



|__CisNegro__|






Posts Relacionados