Review - Rolo to the Rescue - Mega Drive



Rolo to the Rescue - Mega Drive

Existem alguns jogos que basta você olhar para a arte da capa que é suficiente para que você se empolgue a jogar, ainda mais nas décadas de 80 e 90 quando tínhamos que frequentar as locadoras para alugar jogos que iriamos jogar durante o final de semana, e obvio que por isso muitas vezes alugávamos jogos horrendos que faziam a gente choramingar o final de semana inteiro se lamentando por ter alugado um jogo tão porcaria, tudo pelo fato da capa do jogo ser muito boa.

E quando o caso era diferente, e quando presenciávamos um jogo com uma capa horrorosa ou então com uma capa que não atraia nosso interesse por alguma razão especifica, ou porque não conseguia passar a ideia do jogo, ou porque não tinha personagens assim tão carismáticos como estávamos acostumados a ver em jogos como Sonic por exemplo.

"Rolo to the Rescue" é um desses jogos que quando eu conheci não tive muito interesse em jogar justamente pela arte da capa ser um pouco infantil demais, na minha cabeça aquele deveria ser um jogo muito bobo e simples, para não dizer sem graça, mal eu sabia do nível de qualidade que aquele jogo com a capa de um elefantinho escondia, que aquele era um belo jogo de plataforma exploratória que eu estava por conhecer.

Logo no inicio do jogo você se vê jogando com um elefante que “pula”, “corre”, “cospe água”, “suga inimigos” e joga de volta em outros inimigos, “se infla” para conseguir voar em certos lugares, e ainda “salta” na cabeça de seus inimigos, tudo isso para conseguir pegar uma chave em certo ponto de cada fase para abrir uma jaula e salvar outros animais que estão presos, e assim que você completa a fase você vai para um mapa que vai sendo aberto conforme você vai passando por cada fase.

É ai que a coisa começa a complicar, porque conforme o mapa vai abrindo você começa a perceber que existem outras coisas para você fazer, você começa a perceber que para completar todas as fases você vai ter que jogar e sair procurando em todas as fases por tuneis, passagens secretas entre outras coisas para conseguir encontrar todos os itens escondidos e chaves, e em determinadas fases ainda existiam mais de uma chave para você achar e completar a fase.

No jogo você joga com “Rolo” um jovem elefante que foi tirado de sua mãe ainda bebe e levado e obrigado a fazer truques no picadeiro do circo de "McSmile's”, mas com o tempo Rolo consegue escapar e em sua fuga ele começa encontrar outros animais que assim como ele outrora estão enjaulados, esse por sua vez não pensa duas vezes e começa a procurar pelas chaves das jaulas e consequentemente salvar os outros animais, animais esse que também começam a ajudar Rolo durante essa jornada.

Durante todo o decorrer do jogo você sempre vai precisar do auxilio de algum animal que outrora você resgatou para que com isso você consiga prosseguir em sua jornada, por exemplo, no começo você vê itens e passagens no alto das arvores e você não consegue alcançar, mas com o auxilio do “Coelho”, que tem como habilidade o salto você consegue pular no alto das arvores e alcançar esses itens, ou então você poderia usar uma “Toupeira” e cavar passagens escondidas entre as cavernas, ou então ousar uma “Foca” que pode passar pela água.

A trilha sonora do jogo também é muito boa, apesar de ser em certos momentos repetitiva ou mesmo enjoativa, mas ainda sim ela consegue passar todo aquele clima de descontração, o que faz com que você jogue algumas fases por varias vezes seguida e ainda sim não fique de saco cheio.

Conforme você vai avançando e abrindo mais o mapa você começa a ver os diferentes lugares e cenários que Rolo vai ter que enfrentar, lugares como “Florestas”, “Desertos”, “Cidades”, e em todos esses lugares você vai ter que explorar e muito até conseguir encontrar todos os itens e segredos escondidos, para que você consiga completar 100% do jogo.

Para conseguir terminar o jogo você vai precisar de um pouco de paciência e também estratégia, já que por diversas vezes você vai ser ver olhando para o jogo na tela de start se decidindo qual o melhor aliado (animal) para se levar em determinados lugares e com isso conseguir superar os desafios e segredos de cada fase.

Rolo to the Rescue foi desenvolvido pela “Vectordean” e publicado pela “Electronic Arts” em 1992 para Mega Drive.



Vídeo Gameplay






(Dissection)





Posts Relacionados