Review - Rise of the Dragon - SEGA CD



Rise of the Dragon - SEGA CD

Comecei a jogar Rise of the Dragon no PC, não me recordo onde o peguei ou como consegui, sei que na época que coloquei as mãos no game, fiquei maravilhado, toda aquela atmosfera Cyberpunk (sabem que gosto de tramas assim né?) não pude deixar de observar algumas semelhanças com um filme de Harrison Ford, Blade Runner, no game notamos várias pequenas homenagens ao filme que ao meu ver só acrescentaram qualidades no game.


Rise of The Dragon é um game do tipo point and click (sim, aqueles jogos que surgiram nos pc´s devido ao recurso do mouse, point and click nada mais é que você clicar com o cursor em algum espaço da tela afim de investigar, pegar algo.) O game tem sua trama centrada numa Los Angeles num futuro decadente, onde drogas sintéticas são capazes de "mutacionar" os seres humanos, cabe então ao nosso herói "Blade" um ex policial e agora detetive, desvendar um assassinato de um figurão da politica, o desfecho desta história, como não poderia ser diferente é empolgante.

O game é simples, como qualquer jogo do gênero, devemos observar e fuxicar tudo em cada tela, cada detalhe tem que ser absorvido e interpretado, desde o inicio, quando como começamos no apartamento de Blade e coisas simples como pegar o casaco antes de sair, checar secretária eletrônica, serão peças fundamentais para se avançar no game. 


Anos depois conheci o game na casa de um amigo, já no Sega CD o ajudei a passar de algumas telas e não pude deixar de observar que o game apesar de ser um port ganhou novidades muito bem vindas nesta versão que para mim ficou sendo a melhor, o game que na versão original tinha sua trama e falas somente escritas, no Sega CD passou a ser narrada e vozes foram implementadas dando um ar de sofisticação na coisa toda, perfeito! Outro ponto que destaco são as fases em que controlamos o personagem como um game adventure, com arma de fogo, na versão do Sega CD os gráficos nestas telas ficaram mais originais, não que seja um primor, mas o chefe final na versão original parecia aqueles dinossauros de plásticos todos mal feitos que se vendia em feiras em céu aberto, já no Sega CD ele ganhou ao menos uma "texturinha", uns caprichos aqui e ali que só quem jogou ambas as versões sabe do que estou falando.



Vídeo Gameplay







|__CisNegro__|






(Review publicado originalmente em: 29/12/2014)






Posts Relacionados