Review - Garfield's Nightmare - Nintendo DS



Garfield's Nightmare - Nintendo DS

Um dos meus estilos/gêneros de jogos favoritos sempre foram os jogos de plataforma em 2D (visão lateral), já que eu cresci jogando jogos das gerações 8 e 16 bits esses eram em sua a grande maioria dos jogos feitos para esses consoles (nem preciso comentar a incapacidade desses consoles em produzirem jogos em 3D), apesar de existir diversos outros jogos que eram de gêneros diferentes.

E com o passar do tempo eu descobrir que esse tipo de jogo combinava perfeitamente com os videogames portáteis, não era difícil você ver um jogo X sendo lançado para um videogame portátil e esse não ser em visão lateral, era praticamente um casamento perfeito, então eu meio que comecei a caçar jogos bons desse estilo para todos os portáteis que fui adquirindo com o tempo, e um desses jogos que eu encontrei meio que por um acaso foi o jogo “Garfield’s Nightmare” de Nintendo DS.

Garfield’s Nightmare era um jogo bem simples, bem aos moldes dos jogos tradicionais desse estilo, você joga com nosso já mais que popular personagem “Garfield” e tem que andar pelo cenário pulando em plataformas e recolhendo pedaços de "Pizza" ou "Rosquinhas recheadas" para ir enchendo sua energia ou então acumular vidas.

Apesar dos cenários do jogo serem totalmente em 3D, você joga o jogo inteiro visualizando e jogando como se estivesse em um ambiente em 2D (lateral), o jogo também não fazia uso do recurso de toque do Nintendo DS, a segunda tela do portátil era somente usada para você visualizar as informações do seu numero de vidas, energia e a quantidade de rosquinhas e pizzas que você já tinha recolhido durante o caminho.

A historia do jogo também não era nada assim muito complexa, alias era simples até de mais, após Garfield se alimentar de um lanche bem maior que ele poderia aguentar, coisa também bem normal em um dia corriqueiro de Garfield, ele se sente cansado e com um pouco de sono, então não pensa 2 vezes e resolve se deitar e tirar um cochilo e é ai que começa o sonho, quer dizer, o pesadelo de nosso intrépido personagem.

O jogo era dividido em 4 mundos: “Terror Castle”, “Lava Canvas”, “Misty Realm”, “Winter Wonderland”, cada qual com 4 levels e um chefe, o jogo era visualmente muito bonito, principalmente para os padrões do Nintendo DS e todos os mundos eram bem diversificados e muito bem elaborados, você tinha sempre vontade de descobrir qual seria o próximo ambiente usado no jogo, a pesar disso a dificuldade do jogo era bem moderada, ou mesmo baixa, você não encontrava muita dificuldades em jogar ou mesmo de chegar até o final de cada fase, fazendo com que você conseguisse terminar o jogo até que de forma bem tranquila .

A trilha sonora do jogo também era bem agradável essa conseguia passar de forma muito boa todo o clima de cada fase, mesmo quando se tornava um pouco cansativa principalmente no primeiro mundo, você meio que ia acostumando com elas, e as musicas subsequentes as do primeiro mundo eram bem mais empolgantes, o que também te deixava mais animado em jogar sempre um pouco mais para conseguir avançar até os outros mundos do jogo.

Apesar de ser um jogo simples o jogo pode te render algumas boas horas de gameplay, já que você vai demorar entorno de trés a quatro horas para conseguir terminar, o que para os padrões de um jogo feito para um videogame portátil é bem considerável, fora o fato que você vai estar em companhia (jogando o jogo) de um personagem que eu nem preciso comentar que esbanja carisma.

Garfield’s Nightmare foi lançado em 2007 para Nintendo DS, sendo desenvolvido pela “Shin’en Multimedia” e publicado pela “Game Factory”.






Video Gameplay



(Dissection)



Posts Relacionados