Review - Final Fight Revenge - SEGA Saturn




Final Fight Revenge - SEGA Saturn

Em 1989 a Capcom lançava um de seus mais brilhantes jogos no estilo Beat ´em up, se tratava de Final Fight, uma franquia que agradou bastante gente, inclusive eu, por seu enredo baseado na briga de gangues de rua.

A Capcom sempre se destacou por seus Fighting Games, Street Fighter era o que mais se destacava e desde aquela época já se comentava de unir alguns chars da premiada franquia Final Fight com a do Street Fighter. Pois bem, anos mais tarde isto de fato se cumpriu, a série "Alpha" ou "Zero" que nos remonta a adolescência dos nossos heróis, traz consigo os dois mocinhos da então aclamada série Beat´em up , Guy e Cody.

Alguns anos depois, a Capcom decide lançar para os Arcades, um Final Fight totalmente Fighting Game, quem diria, um risco por assim dizer, já que a fórmula de se implementar os chars aos poucos numa franquia já consagrada se mostrava mais eficaz.

Final Fight Revenge se mostra ao mesmo tempo imaturo e amador, um trabalho feito sobre os moldes 3D que naquela época as pessoas ainda não estavam completamente acostumadas a ver seus heróis com pixels estourados na tela. A jogabilidade era esquisita para os padrões da época, apesar da Capcom ter se esforçado para criar uma personalidade para cada char, as músicas, os gráficos e a falta de controle do personagem, derrubavam qualquer chance do game deslanchar, não a toa o game foi o segundo e o último jogo da franquia Final Fight para os Arcades.

Uma versão para o console caseiro da SEGA foi lançado, não por acaso, pois o game só foi lançado para os Arcades graças a uma placa da SEGA que na época se tornava possível games em 3D, o SEGA Saturn compartilhava praticamente o mesmo sistema, por isso o port.

Final Fight Revenge é um game esquisito e curioso ao mesmo tempo, juntar os principais personagens da série Final Fight foi legal, mas a Capcom viu que a fórmula não deu certo, Final Fight sempre será Final Fight e Street Fighter sim sempre será um Fighting Game de primeira linha, juntar essa e tantas outras franquias tem se mostrada atualmente a melhor fórmula de se implementar um char num game de luta, como dizia um amigo meu, a Capcom chama mesmo para briga outras franquias, e o resultado a gente espera ansioso, pois sabe que vem coisa boa por ai.




Vídeo Gameplay





|__CisNegro__|


Episodio do podcast onde o jogo foi um do jogos comentados:
Neo Player - 013 - Franquia: Final Fight



(Review publicado originalmente em: 03/11/2014)




Posts Relacionados